Sobre

A fotografia para mim é um estado de presença, de reconhecimento do outro e do que resulta do encontro genuíno entre dois seres. Eu busco momentos de profunda conexão e esta é a principal motivação do meu trabalho. Além do mais, minha fotografia de vida selvagem é de caráter conservacionista, como forma de alerta para a beleza que corre riscos eminentes frente às alterações climáticas e ações humanas que degradam a natureza. 

 

Minhas lentes revelam um ser/estar no mundo, comportamentos, mas sobretudo, possibilidades de observação mútua e o que advém desta experiência.  É um exercício de expressão que me permite compartilhar o respeito à vida, à diversidade e à essência que deve ser preservada, em mundo cada vez mais caótico e mais distante do mundo natural. Daí meu gosto pela vida selvagem, pela beleza da natureza (que ainda existe e resiste), pelos povos tradicionais, pelas culturas e pelo simples, mas único, que se revela no cotidiano e pode ser testemunhado em um instante, pois a luz, as circunstâncias e o encontro em si, não se repetem. É um registro da efemeridade da vida que pode ampliar a consciência sobre a relação de interdependência entre todos os seres e como isso implica na saúde e bem-estar dos humanos, dos não humanos e do planeta.

 

Trabalho com luz natural e busco o mínimo de interferência nos ambientes naturais onde fotografo, assim como em relação às pessoas, pois meu interesse recai sobre o que pode se capturado de forma espontânea. Também são mínimos os ajustes pós-produção. Minha fotografia tem caráter documental e é pautada na antropologia visual.

@lisleao_photographer                             

  • Instagram Basic Black